Rios Goianos: jornalismo ambiental com DNA goiano

A era das escolhas certa

Chega ao Brasil livro de Yvon Chouinard, empresário que se tornou símbolo do consumo consciente

 Ana Weiss (ana.weiss@istoe.com.br)

Dono de uma empresa que fatura R$ 1,5 bilhão por ano, o americano Yvon Chouinard se tornou um símbolo do consumo consciente por defender publicamente a redução da compra de novos produtos. O empresário, criador da Patagonia, marca internacionalmente conhecida por seus artigos esportivos produzidos da maneira sustentável, chocou os pares quando, em plena Black Friday publicou no jornal “The New York Times” um anúncio de uma peça de roupa de sua marca, com os dizeres “não compre esta jaqueta”. Embora não se considere na linha de frente da inovação empresarial, Chouinard é tido como um revolucionário.

PATAGONIA-1-IE.jpg
COM CAUSA
Yvon Chouinard, o amante de esportes ao ar livre que, à frente da Patagonia,
reinventou os paradigmas de sustentabilidade empresarial

http://ow.ly/TvLb7

PATAGONIA_LIVRO.jpg

Seu livro “Let my People go Surfing”, de 2005, chega com uma década de atraso ao Brasil, trazendo ensinamentos atuais bastante apropriados para o momento de desespero de parte do empresariado nacional diante da crise.

Segundo título do segmento literário da editora Rocky Mountain, o volume – que aqui será lançado como “Lições de um Empresário Rebelde” mostra que o compromisso com o ambiente, a sociedade e o bem-estar externo e interno da empresa está intimamente relacionado à sobrevivência e à prosperidade de qualquer companhia. “As corporações convencionais acabam morrendo, vítimas de suas próprias maldades ou de eventos catastróficos, como uma depressão econômica ou um concorrente imprevisto”, escreve ele no capítulo Filosofia da Direção (há ainda Filosofia do Design de Produtos, da Produção, da Distribuição, de Imagem, Financeira dos Recursos Humanos e Ambiental).

IE2394pag78_livro.jpg

A própria experiência à frente do empreendimento que nasceu de seu amor pelos esportes ao ar livre e a preocupação com os impactos ambientais da prática alimentam boa parte do livro. Lições de longevidade, apoiadas por analogias com processos da natureza, tratam sobretudo de coragem e ação no lugar da insistência em projetos desatualizados. “Um ambiente saudável funciona com as mesmas necessidades de variedade de um negócio bem-sucedido e essa diversidade evolui graças a um constante comprometimento com a mudança.”

Foto: Tim Davis

http://www.istoe.com.br/capa

Um comentário sobre “A era das escolhas certa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Secured By miniOrange